Justiça nega pedido de liberdade à médico acusado de estupro em São Paulo

abdelmassih

O desembargador José Raul Gavião de Almeida, da 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), negou na tarde desta quarta-feira o pedido de liberdade feito pela defesa do médico Roger Abdelmassih, preso desde segunda-feira sob a acusação de estupro contra pacientes.

Cerca de 60 pacientes do médico, que é um dos maiores especialistas do País em tratamentos de reprodução assistida, afirmaram que foram abusadas sexualmente por Abdelmassih durante consultas em sua clínica, no bairro Jardim Europa, zona sul de São Paulo.

Após a Justiça aceitar a denúncia do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), o médico foi preso em sua clínica. O advogado de Abdelmassih entrou na terça-feira com pedido de habeas-corpus alegando que sua prisão era ilegal.

Com a decisão, ele continuará na carceragem no 40º Distrito Policial, na zona norte da capital, onde ficam presos que possuem diploma de curso superior.

fonte: terra


Tags: , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email