Cetesb mantém multa diária ao Shopping Center Norte

cetesb-center-norte-metano

Técnicos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) vistoriaram nesta sexta-feira (30) o Shopping Center Norte e decidiram manter a multa diária de R$ 17.450. Não foram atendidas as exigências de “instalação e operação do sistema de drenos de extração do gás metano presente no subsolo do empreendimento”, segundo nota divulgada pela companhia nesta tarde. É o 12º dia que o estabelecimento recebe a multa do órgão ambiental.

A administração do shopping conseguiu na quinta-feira (29) uma liminar que impediu a Prefeitura de São Paulo de fechar o estabelecimento. O Center Norte foi construído em uma área onde já funcionou um lixão. A decomposição do material produz gás metano. Por isso, o shopping entrou na lista de Áreas Contaminadas Críticas da Cetesb.

A nota da companhia divulgada na tarde desta sexta-feira informa que, durante a inspeção, foi confirmada a instalação de dois drenos de extração de gases, que ainda não estão operando. Outros três estão sendo preparados para a instalação. No total, o shopping prevê colocar nove drenos.
A Cetesb disse que, quando todo o sistema estiver em funcionamento, fará uma avaliação “para certificar-se de que as áreas de risco potencial foram eliminadas”. Dos 18 poços de monitoramento instalados no shopping, sete acusaram índices de inflamabilidade nesta sexta-feira. Nove tinham potencial de migração do gás para o ambiente interno, segundo a Cetesb.

Fechamento temporário

Na manhã desta sexta, o Sindicato dos Comerciários de São Paulo organizou um protesto em frente a uma das entradas do shopping. A instituição defende o fechamento por cerca de três dias para a execução das obras previstas para eliminar o risco de explosão.

De acordo com Ricardo Patah, presidente do sindicato, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) prevê que as obras sejam feitas em um prazo de 20 dias durante o período em que o shopping estivesse fechado. “O shopping ficaria fechado três ou quatro dias e poderiam executar as obras durante 24 horas com segurança”, afirmou. O objetivo, segundo o sindicato, é que no Dia das Crianças as obras já estejam concluídas.

Os comerciantes notaram uma queda enorme nas vendas, mas muitos não quiseram conversar com a reportagem do G1. O prejuízo maior fica com os vendedores comissionados. “Sem a comissão, o salário fica muito pouco. No sábado, eu vendi R$ 99. Normalmente, eu vendo R$ 3.500”, declarou uma vendedora de lingeries que se identificou apenas como Roseli, de 18 anos. “Com um fluxo reduzido de clientes, fica impossível alcançar a meta de vendas. Se continuar assim, eu vou ter que mudar de trabalho.” A administração do Center Norte não quis comentar a proposta do sindicato.

De acordo com a administração do shopping, o cronograma combinado com a Cetesb está sendo seguido.

fonte: g1


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email