Islamitas querem resgatar navio

Militantes islâmicos somalis do grupo al-Shabab pretendem resgatar o superpetroleiro saudita ‘Sirius Star’, sequestrado por piratas há uma semana, afirmam residentes da cidade junto da qual os piratas estão abrigados.

O motivo é religioso, alegam os radicais, mas os residentes pensam que querem apenas partilhar os milhões do resgate.

Cinco veículos com homens fortemente armados chegaram durante o fim-de-semana a Harardhere, local de onde se avista o ‘Sirius Star’, carregado com dois milhões de barris de petróleo.

Os militantes islâmicos, membros de uma milícia dissidente do grupo que assumiu o controlo de boa parte da Somália em 2006, informaram os residentes de que iam lutar com os piratas para recuperar o petroleiro. A razão do acto é, afirmam, vingar o erro de roubar um barco a um país islâmico. Hassan Nor, um residente da localidade, afirma que os piratas tomaram posições dentro do navio, de onde pretendem defender-se de qualquer ataque, o qual poderá ter consequências desastrosas ao nível ambiental, devido à quantidade de crude a bordo.

Entretanto, fontes militares russas anunciaram o reforço de meios para combate à pirataria no Golfo de Áden. O almirante Vladimir Vissotzki afirma que navios militares de todas as frotas russas participarão na luta contra os piratas no cumprimento das determinações da ONU e do Direito Internacional.


Tags: , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email