Aluna da UNIBAN é hostilizada por usar mini-saia, veja o vídeo

O episódio ocorrido na última quinta-feira, dia 22 de outubro, na Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban), da unidade de São Bernardo do Campo, no Grande ABC Paulista, em que uma aluna foi ofendida por colegas por vestir trajes considerados “inapropriados” vem dividindo a opinião de estudantes da faculdade.

mini-saia

Muitos alunos se disseram surpresos com a situação de agressão que foi gravada, publicada como vídeo no site Youtube e visitada até o início desta tarde por cerca de 20 mil pessoas.

Thiago Damaceno, 23 anos, estudante do curso de Gestão de Rádio e TV, acompanhou todo o trajeto da aluna pela faculdade no momento da agressão.

Segundo ele, a estudante, que não teve o nome divulgado, “passou com trajes mínimos pelo corredor e chamou a atenção dos outros alunos”. “Estava conversando com um amigo quando a garota passou, e nós a seguimos até a sua sala. Não imaginei que a situação fosse sair do controle”, afirmou.

“A roupa era inadequada ao local. Ela sbia que estava em ambiente educacional”, disse Cláudia Cristina dos Santos, estudante de Educação Física, 37 anos.

Já para a aluna de Fisioterapia, Karina Oliveira, 23 anos, “o tamanho da saia não pode justificar a atitude das pessoas”. “Não era necessário o tumulto e nem o xingamento. Foi um absurdo”, afirmou Karina.

Para a estudante de Logística, Keila Graciano, 23 anos, “faltou bom senso”. “A menina estava vestida como alguém que ia para uma festa”. Keila acrescentou que não era preciso humilhar a garota. “Quer gravar um vídeo grava, mas não xinga”, completou.

O estudante de Educação Física, Elias Alves, 19 anos, criticou a atitude da menina. “Não foi uma decisão sábia e, pelo que eu me lembre, nem fazia calor. Ela poderia ter evitado toda a confusão”.

Para sair da faculdade, durante o tumulto da semana passada, a estudante que vestia uma mini-saia cor-de-rosa, teve de sair escoltada por Policiais Militares.

Na tarde desta quinta-feira, a Uniban informou que instaurou uma sindicância interna para apurar o episódio e que “pretende aplicar medidas disciplinares aos causadores do tumulto, conforme o seu Regimento Interno, respeitando-se o contraditório e a ampla defesa”.

Fonte:terra

Veja o vídeo abaixo:


Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email

Comentários

  • Allan j disse:

    Essa faculdade esta parecendo escola ginasial onde os alunos tiveram atitude de muleques, o pior que não eram só muleques homens, muitas Mulheres tbm a insultaram será que é esse tipo de ensino que essa faculdade ensina?

  • Phoenix-m2003 disse:

    Nao é pq e moda, que as mulheres nao se devem dar o respeito, usar saia curtissima, deixar a mostra, nao leva nada, por isso que somos tao vulgarizadas hj em dia, se cada uma usasse o bom senso nao teria ocorrido isso, nao justifica a atitude dos outros estudantes, se ela é profissional do sexo ou nao o problema e dela, as contas sao pagas por ela , mas vamos e venhas , vamos nos dar o devido respeito e valor, o corpo nao e uma mercadoria para ser exposta desse maneira, tudo tem sua hora e local, e ela nao soube seu lugar como muitas pessoas .

  • Rafael Fantin disse:

    grande infelicidade o ocorrido na Uniban…
    o menos preocupante é o tamanho do vestido da garota…
    O que preocupa mesmo é a falta de tolerância, de ética, de bom senso, de esclarecimento e de inteligência dos alunos que provocaram o tumulto. Espero que eles estejam envergonhados disso…
    e apoio totalmente a garota… e reprovo de todas as formas possiveis a atitude violenta causadas por alguns alunos sem o mínimo de capacidade de raciocinar!

  • marco disse:

    em vez de ficar tomando conta da vida da estudante eu acho que eles tem que olhar para o rabo deles que ficam em um bar em frente a uniban tomando cerveja e algo mais pensaque estao no direito de xingar ela sera que a mae deles algum dia nao sou uma mini saia pensem bem antes de criticar uma pessoa.
    eu acho que cada aluno ou aluna quem que ter um gatinho para ficar tomando conta do gato porque o gato tem sete vidas para esses tontos ficar tomando conta da vida do gato.

  • rose disse:

    Sou do tempo da jovem guarda (1967/77) em que mini saia era moda e usada por todas as jovens da epoca, não vi nada errado com a roupa da moça pra causar tamanha histeria entre os alunos, pior que as drogas que correm soltas nos corredores das faculdades e saber que esses jovens em pleno seculo XXI agem de forma tão covarde e estupida, não da nem pra acreditar que estão cursando faculdade tamanha a ignorancia que vi nesse video, diante de tudo so posso chegar a duas conclusões: as moças que participaram ficaram com ciume da beleza da garota, e as bibas (os supostos alunos machos) com inveja por não nascerem mulheres e se sentirem obrigados a disfarçar a sua viadice dando uma de machos ofendidos!

  • lu disse:

    Eu me recuso a acreditar que isso foi de verdade pela roupa dela! Nem que ela estivesse pelada justificaria uma agressão desse nível!

    Me assusta muito pq esse tipo de gente são as mesmas que fazem estupro coletivo em prostitutas! É um pensamento (que eu pensei que já estivesse em desuso) que elas merecem, pq são putas. Puta nao é gente, tem que sofrer, tem que ser punida. Machismo reacionário sexulo XIX total!

  • julia disse:

    É uma lastima isso que é o Brasil de hoje em dia, os pais deste alunos deveriam ficar com vergonha da atitude tomada por seus filhos e filhas..
    E outra essa menina não tem nenhuma colega ou até mesmo uma pessoa de bom senso que poderia ter te avisado que não daria certo ir à faculdade com a roupa, a propia mãe ajudaria…
    Já é possivel imaginar o futuro do Brasil….
    RESPEITO AO PROXIMO É FUNDAMENTAL, tanto vale para os que criticaram quanto a menina……

  • edson luis lucca disse:

    esses alunos não pasam de animais ,e pior que que muitos destes usan roupas ate o pé e são mais vagabundos do que essa moça

  • Tigerface777 disse:

    Tudo bem a hipocrisia é fútil ,uma ação desvairada e suficientemente tola ,mas vamos ver :
    se ela foi estudar, pq usar uma roupa que mostra a area de lazer?
    se ela estava a fazer o seu lazer público, porque em uma escola?
    se ela quer passar de ano ,mostrar o dito cujo ajudaria?
    se ela chorou por não ser respeitada,porque não se deu ao próprio respeito?
    outra coisa a roupa que estão mostrando não é a que ela estava usando ,porque tirou?
    se não sente vergonha de se vestir ,como na escola ,porque tirou a roupa?
    isto está parecendo uma gigantesca armação, para fazer uma “maria ninguem” se tornar famosa!!!
    não estranharia esta “coitada “dentro de algum tempo tirar o restante de seus micro panos para alguma revista masculina
    em troca de algums polpudos cascalhos ,se é isto que ela queria chegou a hora e o melhor momento!!!
    Tipa a roupa ,rápido antes que te esqueçam,mais tem que ser rápido muito rápido pq a próxima escandalosa está batendo a porta!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Luna di Paula disse:

    Esses alunos só deixaram de lembrar que as mães deles, quando jovens, sempre se vestiram de puta para ir pra faculdade e até mesmo para ir à igreja. Naquele tempo só havia duas maneiras de se vestir: de puta e de freira. Sendo assim, tomando como referência o seu próprio conceito, o que vimos foram muitos filhos de putas xingando uma puta ou serão filhos de freiras? Tenham dó! A roupa que cada um veste não é da conta de ninguém. E se é verdade que a garota foi até lá para estudar, o que foi que os filhos de putas foram fazer lá que não estavam estudando? Preconceituosos ridículos, vergonha da cidade em que vivem, infelizmente defendidos por pessoas de pensamento retrógrado igual ao deles. Tomara mesmo que essa garota pobre consiga aparecer em alguma revista masculina que será comprada por eles e por seus pais, que ganhe bastante dinheiro para poder escolher um lugar descente onde possa estudar em paz e ter colegas de mentalidade devidamente adequada à época em que vivemos.

  • valquiria disse:

    É lamentável assistir a cenas como essa, pessoas que estudam em uma Universidade que buscam o nível mais alto de qualificação profissional, ter esse tipo de atitude não condiz com o que estão buscando, infelizmente nesses atos temos que refletir, como serão esses profissionais, esse preconceito é inadmissível, vergonhoso, todos nós temos o livre arbítrio de fazer,usar, agir, da forma que queremos, enquanto existir no mundo pessoas desse tipo, sempre iremos ver nos noticiários tantas desgraças em todos os sentidos.

  • DENNY disse:

    bando de idiotas…. depois dizem que a raça humana é superior… só se for em MEDIOCRIDADE.
    Se esses alunos tivessem realmente AULAS não teriam tempo de ACHACAR ninguém e criar tumulto no saguão da faculdade. Onde estavam os professores??? e a Direção da faculdade??? pelo visto essa faculdade é uma PORCARIA, que não tem administração, nem diretoria,e com certeza não tem aula… os alunos vão lá só pra marcar sua presença e receber seus diplomas ao término do curso… afinal PAGARAM não é???
    Que direito eles tem de interferir na forma de se vestir de alguém, que direito eles tem de transformar a vida dessa moça num verdadeiro INFERNO??? Pelos vídeos dá pra identificar a maioria dos baderneiros e puní-los de maneira EXEMPLAR, para que fatos como esse não se repitam e envergonhem o BRASIL.
    Essa bandalheira é digna de PROCESSO E INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS DE ALTO VALOR, quem sabe esses baderneiros aprenderão alguma coisa quando DOER NO BOLSO.

  • RAC disse:

    Para começo de conversa UNIBAN ,UNINOVE etc … não deveriam nem ser consideradas Universidades. A maioria de seus “alunos” estão comprando o diploma , e esta foi a desculpa perfeita para deixar a aula.

  • Mosilene disse:

    A roupa estava sim vulgar,inapropriada para a ocasião,mas é um direito que cabe a ela se vestir da meneira que quiser,a consciencia é dela,a noçao é dela, a vergonha e o bom senso são dela.Sentir-se incomodados é uma coisa,agora xingá-la,hostilizá-la e expô-la a ao ridiculo é preconceituoso e irresponsavel.Se ela estava quase nua,e dái?Problema dela, não meu nem seu nem de mais ninguem,só dela.

  • neuremberg disse:

    só podia ser no brasil mesmo, nesse pais de terceiro mundo onde pode acontecer esse tipo de coisa,primeira vez que vejo isso nunca vi
    nada parecido nem nos Estados Unidos,Canada,fraça.Alemanha,Ingraterra,Holanda.Talves no Iran ou Corea do norte mas duvido muito pois
    ate eles com certeza estão no seculo XXI . E nos ?
    Talves no seculo XVI , inguinorantes disfarsados de estudates ,pois já vi muito analfabeto ter atitude de sabio,essa vai ser a nossa pro
    xima geração,tem certeza que isso é uma faculdade pareçe um barracão,vamos ver como sera as providencias da reitoria nesse caso.

  • Fernando disse:

    Bem dito: isso é coisa de ensino médio…
    Independentemente da roupa que a menina vestia em hipótese alguma esse tipo de atitude seria válida… Essa galera aí é um bando de animal, não merece se formar… Se eu fosse empresário da área , jamais contrataria um estudante da UNIBAN… Esses idiotas queimaram a própria cara… E nem houve uma atitude severa da direção da “escola” no momento do conflito… Dá vergonha…

  • Fernando disse:

    Meu…

    Quem fala “tenho vergonha desse País” ou “só podia ser aqui” é muito idiota… Tem vergonha do Brasil? Se muda porra….

    Fica falando mal do nosso país, mas não faz nada pra melhorar…

    Eu tenho nojo de pessoas desse jeito….

  • Yasmin disse:

    Fica dificil julgar alguém no Brasil, ao mesmo tempo que baixamos e ouvimos até mesmo na presença de crianças músicas como “créu”, achamos um absurdo meninas ainda novas rebolando de roupinha curta, e rebolando até o chão. Assistimos mulheres semi nuas quase todos os dias e em quase todos os canais, em programas como o pânico na tv enquanto o apresentador fala, tem uma bunda rebolando bem ao lado … temos mulheres frutas, verduras, peixes, sem contar nas atrizes & modelos (que são mulheres de famosos, ou sairam com famosos, ou saem com famosos e sempre valorizam MUITO o corpo) Em uma país tão liberal não é aceitavél o comportamento q. os universitarios da Uniban tiveram, mesmo q. fosse puta, você já pensou se por uma pessoa se vestir de uma tal maneira eu pudesse expulsar ela de um certo lugar ? estou no mercado, entro na fila e vejo uma mulher toda boa, com um micro-vestido, só pq eu não uso posso proibi-la de usar ? posso expulsar ela do mercado ? … o pior é q. foi em uma faculdade, onde deviam ser formados futuros profissionais competentes, pessoas sem preconceitos, afinal, eles vão tem q. conviver e trabalhar para pessoas de todos os niveis culturais e financeiros. Manchou o nome da faculdade, afinal, quem vai querer estudar uma universidade q. os estudantes a qulquer momento podem surtar ? ou melhor, a qualquer momento podem fazer uma rebelião.

  • Amanda disse:

    Meu Deus!!! To chocada com tamanha violencia, ninguém pode julgar ninguém, talvez ela iria sair depois da aula e daí, e mesmo se ela fosse uma prostituta, puta o que seja, ninguém te o direito de julgar, cada um faz o que quer, aposto que aquelas sonsas da escola que vão dos pés a cabeça tapadas fazem coisas bem pior que a minina.

    Seus idiotas pra mim isso é inveja pq ela tem pernão e bundão e chama atenção, pq ninguém faz isso com as modelos atrizes que aparecem peladas nos canais públicos??? todo mundo acha bonito né, todo mundo compra a revista play boy, sexy etc… e agora fazem isso com a mininia que nem tava pelada, pelo contrario estava vestida e com um vestido muito bonito.

    É lamentável ver uma faculdade formando um bando de ignorantes idiotas,hipocritas, animais, otários não tenho nem mais nomes pra falar desse povo tão idiota.

  • Amanda disse:

    e o que mais me deixa preocupada é que esses são os profissionais doutores de manhã!!!!!!! É ridiculo!!!!!! nem se ela tivesse pelada poderiam ter feito isso com ela!!!!

  • jkbyte disse:

    Depois do ocorrido, podemos taxar os estudantes da “UNIBAN” de “Uns Ignorantes, Baderneiros, Atrasados e Nautilóides”.

  • liandra disse:

    sim.. acho inacreditavel q as proprias mulheres participem disso!! é por esse motivo q nos mulheres em programas populares nunca ganham.. nao temos o apoio da classe sempre querem pisar.. msm q essa pobre garota tenha feito algo de errado q eu nao vi nada disso quem aqui tem direito de jogar a primeira pedra.. são todos uns falsos puritanos!! querendo metralhar as pessoa e nao olham pro proprio rabo!!RIDICULO.. SINTO PENA DELES !! e fico com vergolha ! UNIVERSIDADE???????? isso é uma piada isso sim!!

  • filosofo disse:

    deixem a kenga estudar

    sexo+dinheiro+habitualidade= prostituição
    não censurem a libertade de expresao o livro em que define essa máquina de sexo.

  • Hurt Hangman disse:

    Allan j, se é que se possa chamar aquilo de faculdade. Tudo indica que funcioários e professores da instituição deram suporte para a humilhação, e a única coisa que a garota fez foi, não agradar aos olhos de preconceituosos. O aluno que se preza,, que não tenha complexo de vira-lata em bando, e prezam pelo direito de se expressar, deve acompanhar as investigações, e se os responsáveis, que provavelmente todos sabem que são, não forem punidos, que promovam um desligamento em massa. . Há muitas faculdades civilizadas que aceitam transfer~encias, inclusive as faculdades públicas.

    Abraços!

  • Orlando disse:

    Minha mãe dizia, filho, estude. Qualquer escola era bom. Hoje, uma mãe fala pro filho, estude, bem, aí a coisa é pra verificar muito bem a faculdade pra estudar. Essa mesmo é uma tremenda corja de mulheres com a maior dor de cotovelo e os homens, (homens !?) viados. Claro que não é pra generalizar, tem mulheres bacanas e homens de brio, mas a maior parte deles deram uma demonstração de selvageria. Essa garota terá que levantar a cabeça, procurar outra faculdade e seguir adiante. Lute gata, não pare !

  • Joaquim Arraes disse:

    Meu Deus!

    Que barbaridade !!! Ver estudantes universitários fazendo essa algazarra toda por causa de uma mini saia… Deveriam todos, sem nenhuma exceção, voltar ao jardim de infância e começar a estudar tudo de novo, novamente, na esperança de que possam um dia se tornarem seres civilizados, preferencialmente humanos.

    Se é essa a qualidade da população dita civilizada, de elite, que teve acesso ao estudo e a um curso superior, vemos a quantos anos luz ainda estamos de tornar esse país um lugar minimamente decente. Estamos mesmo condenados a chafurdar na lama ainda por muitos séculos.

    Se essa faculdade tiver um mínimo de decência, vai procurar identificar os canalhas participantes desta barbárie, expulsá-los sumariamente da escola e processá-los pelos danos morais causados à escola e à estudante.

  • Tigerface777 disse:

    Quanta VULGARIDADE se vestir deste jeito pra ir pra bagunça tem roupa até demais ,prum rala e rola tá erra ,tem muita roupa ,mas pra ir estudar aew é bagunça e falta de vergonha ,foi quase pelada pra escola ,foi zuada quiz tirar onda teve o que mereceu e se voltar com marra vai ser pior tenho quase certeza ,por traz disto tem alguma armação ,alguma tramóia a escola não tem culpa ,e se a escola fosse decente já teria expulso esta dona a muito tempo,moral e bons costumes se aprende na escola andar nua era moda na selva entre indios antigamente ,hoje em dia não mais e está se tornando raro até entre os silvícolas,Por incrivél que pareça os homens tem se vestido cada vez mais decentemente e as mulheres correm no sentido contrário,aumentando a sensualidade infantil e por tabela a prostituição e a promiscuidade generalizada ,pois o homem que não “faz tudo” nem pra “namorado” serve (sic).
    Banalização desordenada, “pedofilia ” consentida pois o que tem de mulheres com16 ou 16 anos e mais de 2 filhos já está ficando comum,portanto deixem de hipocrisia atitudes erradas teve de todos os lados ,mas quem “bota a roupa de guerra ” e vai pra batalha tem que ter capacidade pra arcar com as consequencias ou coloca uma roupa decente,ou seja dentro de um padrão aceitavel social e juridicamente falando ,e fica dentro do lugar comum indo a escola para fazer nela o que teoricamente se vai fazer ou seja só estudar!!!! Paz!!!

  • MARCIA VITAL disse:

    UNIBAN NÃO É UNIVERSIDADE

    Segundo a definição dos dicionários, UNIVERSIDADE é o espaço para o desenvolvimento do pensamento universal, a UNIVERSALIDADE, a TOTALIDADE, o PENSAMENTO LIVRE.
    Aquela escola em São Bernardo pertence a um conjunto de “escolas” que se autodenomina UNIVERSIDADE. Alguém tem que retificar esta bandeira, arrancar este emblema. Eles podem ser tudo, menos uma UNIVERSIDAE!

    Sinto muito mais a Uniban não é uma universidade, é apenas mais um lugar para a conservação de pensamentos arcaicos, singulares, unilaterais e obtusos. A elegia à involução do pensamento livre.

    O episodio da moça da saia curta do principio ao fim é um absurdo, uma tristeza, a uma vergonha para a educação no Brasil.
    Que droga de pseudo universidade é essa?
    Devemos todos nos levantar a tempo de impedir que esta veia de ignorância se alastre por outras escolas, devemos fazer uma campanha publica para mudar o nome desta escola que se autodenomina “universidade”, para Escolinha Bandeirante, medida absoluta de seu pensamento equivocado.

    E houve estudantes daquele espaço que molda os pensamentos à medida de sua ignorância, culpando Atal moça e apontando o seu comportamento como inadequado e, mas que tudo eximindo aquele espaço a não universalidade de suas culpas. O LOCO!!!!!!!!!!

    Estudantes do Brasil Uni-vos em prol da Universalidade, em prol do pensamento livre e protestem com todas as letras contra este episodio vergonhoso nas páginas das escolas brasileiras.
    Abaixo os falsas profetas, os demagogos vazios e vulgares, os preconceitos velados, os valores retrógrados e as verdades hipócritas.

    Revoltemo-nos todos e juntos vamos arrancar dos ares esta bandeira contra a UNIVERSALIDADE>

    MARCIA VITAL
    uma cidadã horrorizada

  • Tigerface777 disse:

    PORNOGRAFIA JÁ FOI CRIME AGORA É DIVERSÃO CORRE-SSE A PASSOS LARGOS PARA QUE SEJA OBRIGAÇÃO,SE É NESCESSÁRIO ESTUDAR PRA VENCER NA VIDA ,PRA QUE APRENDER A VENCER NA VIDA COM TRAJES INFIMOS DESBUNDANDO-SE PARA O MUNDO E MOSTRANDO DAQUI A ALGUNS ANOS O QUE SE APRENDEU DE UMA FORMA MAIS PORNÓGRAFA, QUANDO SE TRANSVESTE PARA A LUTA SABE-SE QUE HÁ A CHANCE DE SE FERIR ,SE ERA UMA PESSOA “INOCENTE” DO QUE ESTAVA USANDO COMO ARMA DE GUERRA ERA SÓ OLHAR NO ESPELHO ANTES DE SAIR DE CASA PARA IR A ESCOLA ,A ESCOLA ACERTOU EM EXPULSA-LA DA MESMA FORMA QUE DEVE EXPULSAR UM CARA QUE VAI DE CUECAS PARA A AULA ,OU INSISTA EM IR SEM CAMISA ,,OU ESTUDAR COM CAPACETE DE MOTOQUEIRO,OU FANTASIADO,FEZ PALHAÇADA E CONTURBOU AS AULAS PREJUDICANDO OS ALUNOS NO QUE UMA ESCOLA DEVE PREZAR O ENSINO,JÁ VAI TARDE PELADONA ,VAI POSAR NUA ,RÁPIDO QUE A FAMA TÁ ACABANDO,KKKKKKKKKKKKKKK

  • Queria cusrsar o mestrado :( disse:

    Esta instituição precisa de mais disciplina para com seus atores envolvidos. Procurava conhecê-la à distância, pela internet pois estava interessado no Stricto Sensu. Com tantos escândalos, desorganização e indisciplina de seus alunos, esses planos foram por água abaixo. Uma pena, Mestrado não é para qualquer universidade e mas Baderna também não. É muita desorganização para se ter bagunça desse jeito. Se a instituição não concorda com um ou outro indivíduo na sua forma de vestir, proceder, opção sexual, raça, sexo, religião enfim, algo fora de suas expectativas, quem tem que tratar deste assunto são: instituição e indivíduo, não o vândalo que se nomeia aluno. Lamentável.

  • roseli s antos disse:

    li um depoimento de um aluno da unibanbi afirmando que os estudantes de la vão para a aula com a cabeça cheia de cachaça, e que sempre arrumam motivos pra uma boa confusão, alem desse caso da moça de mini saia, não podemos nos esquecer do outro caso acontecido em abril deste mesmo ano nesta mesma “universidade´´ e que considero bem mais grave que esse, em que uma aluna não quis participar de um protesto e por este motivo foi arrancada de seu carro e agredida a socos e pontapes pelos singelos estudantes machoes dessa instituição da violencia…

    http://www.youtube.com/watch?v=979w-gQtjkU

  • PAULO A. MONTELES disse:

    É INADMISSIEL QUE ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR TENHAM UMA ATITUDE COMO A QUE ELES TIVERAM.E ATÉ PARECE QUE ENTRE ELES NÃO ACONTECE COISAS PIORES COMO :TRAFICO E USO DE DROGAS ,PEDOFILIA,ASSALTOS.ETC…E NA MINHA OPINIÃO O QUE É BONITO É P/ SE MOSTRA.

  • José Gomes (Portugal) disse:

    Amigos Brasileiros: Esta questão não pode estar a acontecer. Ainda por cima num país tão liberal como o vosso. Nem em Portugal, que por tradição é mais conservador, isso poderia acontecer. Cada uma veste-se como quer. Pelo que se vê, a menina não ofendeu ninguém. Não deixem que isto trave a liberdade e o ambiente liberal em que o vosso magnífico país vive.

  • Márcio (SP) disse:

    Passados alguns meses desse caso, percebe-se que a imagem da instituição ficou mais manchada do que a da moça. Alias, ela, sabiamente, soube muito bem aproveitar tudo isso. Pois bem, depois de todo esse tempo, o que os alunos da faculdade (digo, “universidade!!!!!!”) fizeram para reverter a imagem da instituição: NADA…. OU seja, mais uma vez ficou comprovado que a formação desses “camaradas” é “excelente”, “de primeira”… Tentaram apedrejar a moça e atingiram a si próprios… Infelizmente, quando chegam ao RH da empresa currículos de candidatos formados na UNIBAN vem até a nossa mente o triste acontecimento. Com toda sinceridade, tentamos separar uma situação da outra, mas é difícil dizer a palavra “UNIBAN” sem se lembrar do ocorrido com essa moça… Conclui-se que a selvageria, a estupidez, a insensatez e a babaquice desses idiotas foram piores do que tudo aquilo que eles censuraram… Querem castigo pior do que isso? É certo, também, que lá existem alguns alunos sérios e estudiosos, mas, esses foram, certamente, prejudicados com as atitudes desses idiotas,…