Pernambucana no Rio de Janeiro ganha Guinness de operadora de caixa mais rápida

guinnessworldrecords

Há dois anos e sete meses, Rosilda Ferreira, de 22 anos, trocou o interior de Pernambuco pelo Rio. Em busca do primeiro emprego, acabou conseguindo muito mais do que isso: virou também celebridade. Pelo menos no supermercado em que trabalha, na Zona Sul, onde conquistou o título de operadora de caixa mais rápida do mundo e entrou para o Guinness Book. Ela desbancou uma trabalhadora do Reino Unido ao registrar e empacotar 50 itens em apenas 1minuto e 53 segundos.

“A fama é muito gratificante. Eu não imaginaria estar hoje no Guinness Book. Pela minha origem, para mim é um momento de glória”, diz Rosilda, que pendurou o quadro com o certificado na sala de sua casa em Ramos, no subúrbio da cidade, onde mora com uma tia. “Para quando chegar em casa eu ter o orgulho de dizer: sou recordista mundial”.

O recorde foi batido em 6 de fevereiro, no supermercado Prezunic de Botafogo, e está na edição 2010 do Guinness World Records, lançada no início de outubro. Até então, o feito pertencia ao Reino Unido, onde uma operadora tinha levado 3 minutos e 30 segundos para registrar a mesma quantidade de produtos num supermercado.

Trabalho virou treino

Escolhida por um gerente para tentar a façanha, Rosilda conta que separou os itens e treinou algumas vezes, mas foi no dia a dia que conquistou a habilidade.

“A gente treina diariamente no caixa, porque é um trabalho de rotina. É só estar sempre prestando atenção”, diz ela. “Alguns clientes, antes do Guinness Book, já vinham me elogiando pela capacidade de registrar e empacotar em pouco tempo”.

Sorte de quem fica na fila de seu caixa, como o músico Rodrigo Sabença: “Se todas no mundo fossem iguais a ela não haveria mais fila”, brinca.

Lerdeza, nem pensar

O recorde rendeu ainda a Rosilda uma festa promovida por sua empresa, que a presenteou também com passagens de avião para visitar os pais e os 11 irmãos, em Lagoa do Itaenga, no interior de Pernambuco, onde foi apresentada a todos pela família como “a melhor do mundo”:

“Eles estão muito orgulhosos. Mas acreditam em mim pela minha capacidade. Não como operadora de caixa. Qualquer função que eu exercer, eles sabem que eu vou levar adiante”.

Sua meta agora é fazer uma faculdade de direito, ter uma casa própria e crescer: “Pretendo ter novos desafios na vida. Não parar só aqui, mas ir adiante”.

Seja qual for o novo desafio, ela tem pressa: “Eu não gosto de muita lerdeza não”.

fonte: g1


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email