Polêmico Presidente do Irã visitará o Brasil. Mahmoud Ahmadinejad, quer a extinção de Israel e nega o Holocausto

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, quer a extinção de Israel e nega o Holocausto, apesar das provas que dão até nomes aos 6 milhões de judeus mortos no genocídio nazista. O mesmo Ahmadinejad será recebido pelo governo brasileiro na próxima quarta-feira.

mahmoud-ahmadinejad

Apesar dos pesares, mesmo fazendo ressalvas ao líder iraniano, o Itamaraty alega motivos econômicos para manter a visita na agenda. Mais: diz ser um presidente eleito democraticamente por um país soberano.

– Se com cada país com que discordamos não pudermos aceitar visitante, não vamos receber ninguém – reage o chanceler Celso Amorim, depois de Israel protestar contra a visita.

A polêmica está posta: a mesma democracia que serve como argumento para o governo brasileiro justificar a visita de um presidente constitucionalmente eleito sustenta as críticas das organizações de direitos humanos que preparam protestos justamente porque um país democrático não deveria recebê-lo, devido às acusações de antissemitismo e homofobia.

Na delegação de Ahmadinejad, composta por 110 pessoas, haverá autoridades de vários setores e empresários. Serão assinados acordos de cooperação econômica e cultural. O Brasil hesitou, mas agendou a visita quando o presidente americano, Barack Obama, acenou para Teerã com um princípio de diálogo.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva calculou que receber Ahmadinejad não traria tanto risco às ambições de colocar o Brasil entre os protagonistas do cenário diplomático global. Até que, durante a conferência das Nações Unidas (ONU) contra o racismo, no último dia 20, o iraniano voltou a vociferar contra Israel.

Lula já tem uma visita pré-agendada ao Irã

O Brasil emitiu nota de censura e convocou o embaixador do país persa, Mohsen Shaterzadeh, para se explicar. A ideia foi deixar clara a contrariedade brasileira.

O comércio entre Brasília e Teerã é de US$ 2 bilhões. A balança comercial é favorável ao Brasil, com nove exportações para uma importação.

O embaixador iraniano já adiantou que a intenção é incrementar as relações e que, para tanto, já está pré-agendada uma visita de Lula a Teerã.

Frases do presidente iraniano

“Eles criaram um mito atual, que chamam de massacre dos judeus e que eles consideram um princípio acima de Deus, das religiões e dos profetas.”

“Nossa resposta a quem está irado pelo fato de o Irã obter o ciclo nuclear total é uma frase apenas: tenha raiva e morra dessa raiva.”

“Como disse o Imã, Israel deve ser varrido do mapa.”

“Se vocês (europeus) queimaram os judeus, porque não lhes dão um pedaço da Europa, dos Estados Unidos, do Canadá ou do Alasca?”

“No Irã, não existem homossexuais como aqui”, em polêmico discurso proferido na Universidade de Colúmbia (EUA), em 2007.

Fonte: Diário Catarinense


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email