Descubra quem é o papai noel

Engana-se quem só vê Papai Noel onde há barba branca e roupa vermelha. Também tem a versão de jaleco e estetoscópio. Ou de guarda-pó laranja. Ou então de farda em tom marrom e, cá entre nós, coturnos bem parecidos com as botas usadas pelo velhinho mais famoso do mundo. Quem for bom observador, vai reparar nele mesmo quando surgir por aí voluntarioso, de calça jeans e tênis fazendo uma boa ação.

Papai Noel

Os astutos certamente já sacaram a existência não dele, mas dela, enquanto, com as mãos sujas de giz, ensina lições para o resto da vida. Os mais tomados de compaixão, e esse sentimento transborda a cada dezembro, vão conseguir enxergá-lo até em um sujeito com cara de mal-humorado e de bloco e caneta na mão – ou de microfone, caso sua mídia seja outra.

Podem ter certeza. Papai Noel não é apenas o personagem entregando presentes. É o médico salvando vidas. O lixeiro limpando sua rua. O policial protegendo sua família. O jovem consciente do quanto pode ser adulto ajudando alguém. A professora de salário curto e coração grande. E até o repórter se dando conta de como esses dias de dezembro merecem algo além das notícias aborrecidas mas necessárias. Afinal, o Natal está aí. E por alguma razão científica ou filosófica irrelevante nesse momento as pessoas estão mais humanas e com a alma relaxada o suficiente para sentir existência de um Papai Noel dentro delas. Ou seja, estão melhores e percebendo o quanto podem ser generosas como o bom velhinho. Não apenas agora, nesse último dos 12 obstáculos, ou meses, da longa corrida do ano. Mas sempre.(Jeison Rodrigues)

Noel carteiro

O carteiro morador de Canudos ficou conhecido após ter encontrado R$ 1.750,00 no chão e ter devolvido ao proprietário, dono de uma farmácia do bairro, em setembro de 2005. Pelo gesto, Neri Lúcio Zvir, 50 anos, foi premiado pelos Correios e recebe elogios até hoje. Na função há 22 anos, todo ano Zvir não esquece de colaborar com as entregas dos presentes das cartinhas do Papai Noel. No ano passado, ele adotou um pedido e entregou alimentos a uma família. “Sempre nos deparamos com situações de precariedade.” Para os seus dois filhos, ele repassa a mensagem de que esse é um momento de reflexão e confraternização.

Noel professora

Desde 2002, a moradora de Campo Bom Adi Oliveira Vieira Bohn, 57 anos, está aposentada do magistério. Para Adi, a aposentadoria é a oportunidade de auxiliar. Durante a semana, a professora tem atividades diárias: catequização, grupo de terceira idade, visitas a famílias carentes e a atuação como ministra da Comunidade Católica Imaculada Conceição. Ela acredita que o Natal é construído todos os dias. “Tenho um sentimento de missão cumprida nessa época.” Adi também contribui com o grupo Amor Exigente e na reabilitação de jovens infratores.

Noel sapateiro

Anildo Behling, 68 anos, só pretende tirar férias por quatro dias. Apaixonado pelo ofício, realizado há 53 anos, chega ao trabalho às 6h20 e sai às 18h45. Ele conta que às vezes nem cobra o serviço, quando vê que a situação financeira é difícil. “Sempre tem muita gente pedindo.” Na sapataria, existem pilhas de calçados que foram abandonados. Nesses casos, Behling faz doações para aqueles que precisam.

Noel enfermeira

Para a enfermeira Beatriz Regina Garcia, 50 anos, de Montenegro, lidar com a dor é um desafio diário. Com 20 anos de experiência, ela acredita que ser enfermeira é um ato de doação. Uma boa conversa resolve vários problemas. “Às vezes, a dor não é física.” Beatriz diz que é preciso dedicação nas tarefas simples ou complicadas.

Noel vendedor

Valores difundidos pelo Papai Noel como bondade, generosidade e amor ao próximo são colocados em prática pelo vendedor montenegrino Alcione de Jesus Policarpo, 35 anos. Ele acredita que todos merecem o mesmo tratamento, independentemente da condição social, raça ou idade. Nesse ano, o atendimento a um casal de idosos lhe rendeu uma televisão de plasma, em um concurso de histórias do comércio.

Noel assistente social

“O Papai Noel deveria trazer um livro com os direitos do cidadão”, sugere a assistente social Sabrina Demétrio, 25 anos. Ao acompanhar menores infratores e adolescentes de rua de Novo Hamburgo, ela destaca que a falta de perspectiva desses jovens e a indiferença da sociedade é marcante. A profissional escolheu a área por acreditar que pode fazer um pouco mais.

Noel policial

Há 14 anos, a rotina do policial de Taquara Hérculis Fernando de Oliveira Costa, 41 anos, não é fácil. Ele ressalta que dedicação é fundamental, pois, muitas vezes, é preciso abrir mão do convívio familiar. Costa diz que a função também é vista com heroísmo, um exemplo a ser seguido.

Noel médico

O cardiologista Daniel Kollet, há oito anos começa o dia às 7 horas. Além de trabalhar em Taquara, o profissional atua em Igrejinha e Gramado. Ele diz que o maior desafio é convencer os pacientes a terem uma vida saudável. Para o médico, o Natal é tempo de refletir, inclusive com relação à saúde.

Noel gari

Elias dos Passos Lencina, 30 anos, ajuda a deixar a cidade limpa. O gari, que às 7 horas está pronto para subir no caminhão, trabalha seis dias da semana. Como presente de Natal, ele pede que as pessoas separem os resíduos e coloquem os cacos de vidro dentro de garrafas plásticas.

Noel taxista

No fim de ano, o taxista Paulo Roberto de Mello, 45 anos, sabe que terá um missão especial para cumprir. A pedido de doadores anônimos, ele faz a entrega de presentes em casas de famílias hamburguenses carentes. Pai de quatro filhos, Mello está na função há 26 anos. Há quatro anos, o taxista descobriu que a filha caçula, Emily, 9, tinha leucemia. “Ficamos sem saber o que fazer.” Nesse Natal, durante a ceia, que terá a participação de mais de 30 pessoas, Paulo Mello diz que haverá apenas um único agradecimento: a cura da menina, que em fevereiro desse ano fez transplante e recebeu a medula da irmã.

Noel colono

O colono Glademir Antônio Nitsch, 46 anos, morador de São Jacó, em Lomba Grande, sabe bem como é trabalhoso cultivar a terra. “Minha primeira colheita, há 12 anos, foi muito fraca, pois não sabia como plantar nesse tipo de solo”, conta. Casado e com dois filhos, Nitsch é natural de São Francisco de Paula. Ele aprendeu a plantar em terra vermelha. Em sua propriedade, cultiva 25 variedades de verduras e legumes que necessitam de cuidados a todo momento. “Colono não tira férias, não faz feriado e trabalha sob qualquer tempo.” No Natal, as comemorações serão ao lado da família, que se reunirá no sítio.

Noel bombeiro

Foi aos sete anos que José Carlos Machado, 54 anos, viu um caminhão pegando fogo em Montenegro e decidiu ser bombeiro. O sargento do 2o Subgrupamento de Combate a Incêndio de Novo Hamburgo conta que não consegue se aposentar. “Tenho 35 anos de profissão e não consigo parar.” Na noite de Natal, depois de várias em serviço, ele ficará com a família. “Natal é tempo de alegria, das pessoas se reunirem.” Para Machado, o mais bonito é a gratidão das pessoas que reconhecem a importância da sua função. O militar orgulha-se de ter ajudado no incêndio das Lojas Renner em 1976.

Noel voluntário

Se para muitos quarta-feira é o dia do sofá, para a bancária aposentada Maria Rita Schneider Führ, 60 anos, o dia é de ajudar os outros. Ela trabalha como voluntária há dez anos, oito na Associação dos Deficientes Física (Adefi) e dez na Comunidade Católica de Hamburgo Velho. Como ela mesma diz, faz de tudo um pouco, aulas de crochê, tricô e pintura. “Quando eu cheguei na Adefi eu me apaixonei. Ajudar aos outros é muito bom.”

Noel garçom

Para a clientela infantil ele é o “Tio João”. Garçom há mais de 28 anos no Centro hamburguense, Gilberto João Gehring, 49 anos, conquista a criançada pelo carisma. Gehring revela que muitas crianças que atendeu no passado hoje retornam trazendo os filhos. “Tenho uma afinidade com a garotada. Atender diferentes gerações é gratificante”, diz.

Feliz Natal!


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email