Garoto de 12 anos é agredido por 60 colegas em escola da Bahia

menino-atacado

Um adolescente de 12 anos disse ter sido espancado por colegas da escola em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, na quarta-feira (24). Segundo o adolescente, mais de 60 estudantes o agrediram quando ele saia do colégio.

Nesta quinta-feira (25), os pais dele prestaram queixa na polícia. “Eles pegaram e me machucaram na boca, no braço, no outro braço e nas pernas”, diz o menino.

O menino estuda na escola municipal Santa Rita, em Itinga. Segundo ele, os colegas bateram nele com galhos de árvores e deram socos. “Eu fui com a professora até o ponto de ônibus, mas mesmo assim eles conseguiram me pegar para bater. Foram 60 alunos”, diz o menino. O jovem conta o motivo da briga. “Peguei [o livro] e emprestei para meu colega. Aí ele pegou e riscou o livro, quando chegou no outro dia eu dei um murro nele”.

O menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Salvador e passou por exame de corpo de delito. Mas, o que deixa a mãe dele mais indignada é que esta não foi a primeira agressão. “Eu já tinha comunicado a vice-diretora e ela disse que ia verificar em sigilo para não prejudicar ele”, diz Edileuza da Silva, mãe do garoto.

O aluno do quinto ano diz que não quer mais ir à escola. “Tenho medo de me lincharem de novo”, diz o menino. A direção da escola disse que mesmo a briga tendo acontecido fora da escola, na sexta-feira (26) vai acontecer uma reunião com os pais dos alunos envolvidos. A polícia disse que vai encaminhar o caso para a promotoria da Infância e Juventude.

fonte: g1


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email