Procuradora nega ter agredido menina de 2 anos, mas assume que errou

A procuradora aposentada Vera Lúcia Sant’Anna Gomes, acusada de torturar a menina de 2 anos que pretendia adotar, disse que errou no tratamento dado à criança, mas negou que a tenha agredido. Vera afirmou nesta sexta-feira, em entrevista ao Jornal Nacional, que gritava com ela e usou palavras grosseiras na tentativa de educar. A procuradora está presa desde o dia 13 de maio, quando se apresentou depois de uma semana foragida.

veralucia

“Acho que errei. Mas também quero dizer à senhora que eu não sou perfeita tá? A senhora erra, eu erro e quero saber qual a mãe que nunca errou com o filho que extrapolou, que nunca falou uma palavra mais rude que nunca falhou”, disse ela, que classificou de “a maior calúnia” a acusação de tortura.

Ao ser apresentada a uma foto da criança com marcas da agressão, a acusada disse não “reconhecer” as imagens e não entender como foram feitas.

Fonte:terra


Tags: , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email