Água radioativa é encontrada no estado da Bahia

O Ingá (Instituto de Gestão das Águas e Clima), órgão do governo baiano, detectou níveis de radioatividade alfa acima do permitido em três pontos de abastecimento de água em Caetité (755 km de Salvador), onde a INB (Indústrias Nucleares do Brasil) explora uma mina de urânio.

radioatividade

O órgão notificou a prefeitura a suspender o consumo de água em um dos pontos que abastece 15 famílias na zona rural do município. Os outros dois pontos são usados industrialmente pela INB.

Desde novembro, o Ingá já lacrou nove poços usados para consumo humano em razão da alta radioatividade no local, o que obrigou a prefeitura a contratar carros-pipa.

De acordo com o Ingá, a análise feita em dezembro, que só foi divulgada agora, detectou 0,3 becquerels (unidade de medida de radioatividade) por litro de água. O Ministério da Saúde considera 0,1 becquerel por litro como nível aceitável.

“O nível superior não significa que a água cause danos à saúde das pessoas. São necessários estudos para saber qual é o material que está causando a elevação da radioatividade”, afirmou o pesquisador José Araújo Júnior, do Departamento de Energia Nuclear da Universidade Federal de Pernambuco.

O próximo passo do instituto é analisar o material radioativo, a extensão da contaminação nos lençóis freáticos da região e as causas para os altos níveis de radioatividade.

A INB, em nota, disse que o poço no qual foi detectada a alta radioatividade fica a 6 km da unidade de extração, “não sendo possível pelo caminho natural das águas ter tido contato com material proveniente da sua unidade de produção”.

Fonte:folha


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email