Para impedir greve, Metrô de São Paulo entra na Justiça

metro

O Metrô de São Paulo entrou com medida liminar na Justiça pedindo para que os metroviários mantenham 100% dos serviços nos horários de pico caso entrem em greve.

De acordo com a assessoria da companhia, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) concedeu liminar favorável à empresa nesta segunda-feira (27).

A paralisação foi marcada para quarta (29), mas uma assembleia dos metroviários deve ocorrer nesta terça (28). Fora dos horários de pico (das 6h às 9h e das 16h até as 19h), 90% dos serviços devem funcionar normalmente. Caso isso não seja cumprido, o sindicato receberá multa diária de R$ 100 mil.

De acordo com o Sindicato dos Metroviários, a categoria está insatisfeita com a redução da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Em nota, o sindicato afirma que a redução da participação é resultado de uma pesquisa de satisfação feita com passageiros do Metrô.

“Nela, houve uma queda de 84% para 74% dos usuários que consideram o serviço excelente ou bom”, afirma o comunicado.

O Metrô informou que adotará todas as providências necessárias para o cumprimento da ordem judicial e garantir o transporte. “Paralelamente, a Companhia do Metrô estuda a contraproposta de PLR apresentada pelo sindicato no último dia 24 de fevereiro”, afirma nota do Metrô.

fonte: G1


Tags: , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email