Falha no sistema de transmissão de Itaipu deixa vários estados sem energia

Uma falha no sistema de transmissão de Itaipu provocou o desligamento de quatro circuitos de transmissão entre a Usina de Itaipu e a subestação de Foz do Iguaçu. Com isso, as regiões Sul e Sudeste e os estados de Mato Grosso, Acre e Rondônia tiveram o Esquema Regional de Alívio de Carga (Erac) acionado e houve falta de energia em vários locais, segundo informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

energia elétrica

De acordo com as Centrais Elétricas de Goiás (Celg), parte do estado também foi afetado. A Empresa de Energia Elétrica de Mato Grosso do Sul (Enersul) informou que cinco municípios do estado ficaram sem energia elétrica durante três minutos.

O problema provocou o desligamento da parte brasileira da Usina de Itaipu. No momento, a unidade estava gerando 5.700 Megawatts.

De acordo com informações da Assessoria de Planejamento e Comunicação do ONS, em casos assim, quando há grande perda de geração, o Erac procura restabelecer. Portanto, o que houve, foi um “corte planejado de carga”.

Segundo o ONS, o Erac corta cargas selecionadas pelas distribuidoras no montante necessário para estabelecer o equilíbrio entre geração e consumo, evitando, assim, um blecaute sem controle. O corte desta sexta-feira foi de aproximadamente 3 mil Megawatts.

A falta de energia aconteceu às 16h43 e, às 17h11, todas as distribuidoras já estavam autorizadas a fazer o religamento do sistema. De acordo com o operador, os estados afetados não chegaram a ficar completamente sem energia e o tempo necessário para o restabelecimento da energia pode variar de acordo com a distribuidora.

Perto das 18h30, o fornecimento de energia havia sido normalizado nos dez estados, segundo informações do ONS, que disse ainda que as causas da falha estão sob investigação.

Estados
No oeste do Paraná, 53 mil consumidores ficaram sem energia. Apenas em Foz do Iguaçu, oito mil pessoas foram prejudicadas pela falta de energia. No estado, o problema foi normalizado às 17h04, segundo informações do Centro de Operação do Sistema da Companhia de Energia Elétrica do Paraná (Copel).

No Rio de Janeiro, a concessionária de energia elétrica Ampla informou que houve interrupção do fornecimento por 20 minutos em parte de 18 municípios da sua área de concessão no Rio.

Em Minas Gerais, a falha de transmissão atingiu menos de 5% da carga de energia, de acordo com a Companhia Energética do estado (Cemig). A empresa disse que, em média, o fornecimento de energia foi restabelecido de forma gradativa, em média, 20 minutos após a queda. A Cemig não soube dizer quantos consumidores no estado ficaram sem energia e quais regiões foram afetadas pelo problema.

A Eletropaulo informou, por volta de 19h, que sua rede não foi afetada pelo apagão. A concessionária fornece energia elétrica para a capital e outras cidades da Grande São Paulo. A empresa EDP Bandeirante, cujo abastecimento de luz abrange 28 municípios paulistas, disse que houve falha na distribuição apenas na Zona Leste de Guarulhos, Grande São Paulo, entre 16h43 e 17h08. Por volta de 19h30, a empresa informou que o sistema já estava normalizado.

A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), que atende 18 milhões de consumidores, informou que nas regiões atendida por suas distribuidoras, 147 mil clientes foram afetados, entre 16h43 e 17h, nas cidades de Santos, Sorocaba, Jundiaí, Araçatuba, Americana, Praia Grande, São Vicente, Mococa, Pedreira, Itaí e Agudos, no estado de São Paulo; e Gravataí e Lagoa Vermelha, no Rio Grande do Sul.

Em Mato Grosso, a Rede Cemat informou que a capital, Cuiabá, e as cidades de Alta Floresta, Apiacás, Cotriguaçu, Juruena, Nova Bandeirantes e Nova Monte Verde ficaram sem energia elétrica por exatos quatros minutos. A queda de energia no estado aconteceu às 15h44. Ainda segundo a concessionária de energia, cerca de 40 mil consumidores foram afetados pela interrupção, o que representa um comprometimento de 3,5% de toda a carga gerada no estado, segundo informações da Gerência de Operações da Rede Cemat.

Segundo o chefe de comunicação das Centrais Elétricas de Goiás (Celg), Alziro Zarur, o apagão atingiu parte de Inhumas, Porangatu, Santa Helena de Goiás e a região noroeste de Goiânia. De acordo com o gerente da superintendência de operações da Celg, João de Oliveira, o problema começou por volta das 16h20 e foi resolvido em menos de 30 minutos.

Cinco municípios de Mato Grosso do Sul ficaram sem energia elétrica durante três minutos na tarde desta sexta-feira (02). De acordo com a assessoria de imprensa da Empresa de Energia Elétrica de Mato Grosso do Sul (Enersul), com o problema em Itaipu, os dispositivos de segurança foram acionados e houve o desligamento de energia nos municípios de Miranda, Bonito, Bodoquena, Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti às 15h43 (horário MS).

Fonte:g1


Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email